+55 042 3226 1144
atendimento@copiosaredencao.org.br

Blog

Quem foi São Jerônimo?

são jerônimo

O mês de setembro foi instituído como mês da Bíblia em homenagem ao santo celebrado no seu último dia, São Jerônimo, exegeta e doutor da Igreja. Exegetas são os estudiosos das Sagradas Escrituras. Podemos dizer que, em se tratando de profundidade e eloquência, São Jerônimo é o mais famoso exegeta da Igreja. 

Sua tradução, dos originais bíblicos para o latim, originaram a Bíblia intitulada Vulgata – vulgo, ou na língua do povo – utilizada pela Igreja por mais de 15 séculos. Antes de seu trabalho, a Bíblia possuía uma tradução muito imprecisa, porém, Jerônimo, que tinha um profundo domínio do latim, traduziu as Sagradas Escrituras por inteiro e de modo consistente. 

Jerônimo quer dizer “que tem um nome sagrado”

O santo nasceu em Dalmácia, território equivalente à atual Iugoslávia, no ano de 342. Foi chamado de Jerônimo que significa, “que tem um nome sagrado”. Tendo tomado a herança de seus pais, foi para Cidade Eterna, a fim de realizar seu sonho de dedicar-se aos estudos. Era um ardoroso amante da língua latina, tendo como professor, um dos mais famosos mestres da época, Donato, que era pagão. Além de latinista, Jerônimo era excelente em grego e outros idiomas, mas dava pouca atenção aos livros espirituais e religiosos. Se dedicava por horas à leitura – ao ponto de decorar – grandes autores como Cícero, Virgílio, Horácio e Tácito, e os gregos, Homero e Platão. Até que um dia sonhou que se apresentava como cristão, porém Jesus o repreendia dizendo que não, pois não havia abraçado as Escrituras. 

Jerônimo mudou de vida e dedicou-se aos estudos da Bíblia e ao serviço da Igreja, tendo sido ordenado sacerdote por volta dos 40 anos. Foi intitulado secretário papal de São Dâmaso, que o encarregou de traduzir os textos sagrados e ajudar a redigir suas cartas pontifícias.

Bíblia, carta de Deus para o coração do homem 

São Jerônimo decide deixar os cargos burocráticos do Vaticano e muda-se para Terra Santa, na qual, durante 35 anos, residiu junto à Gruta do Presépio.

Conta a tradição que ricas senhoras – convertidas pelas pregações eloquentes do santo – venderam seus bens e decidiram ir para o lugar onde ele morava para seguir suas direções espirituais. Com tal verba, Jerônimo ergueu um convento para homens e 3 para mulheres, além de uma casa de abrigo para os peregrinos que se achegavam à Terra Santa para visitar os locais Sagrados. Morreu em 30 de setembro do ano 420, aos 80 anos

Seu ensinamento alcança os nossos dias nos motivando ao estudo da Bíblia. Uma de suas mais célebres frases diz que: “Ignorar as Escrituras é ignorar a Cristo”. A Bíblia é uma carta de amor do Pai para nós. Nela encontramos os mais belos momentos da história da Salvação, na qual, desde a queda do homem até a “plenitude dos tempos” o Senhor não se cansa de lhe oferecer à Vida Eterna. Muitos se deixam levar pelo ativismo, ou dando atenção a outras literaturas esquecem da “melhor parte” (cf. Lc 10, 38-42), e assim como Marta, estar aos pés do Senhor ouvindo sua Palavra, no nosso caso, nos debruçarmos sobre a Bíblia e colher dela frutos de verdadeira conversão. 

Portanto, nos dediquemos incansavelmente a mergulhar nos textos sagrados para ali encontrar “luz para os nossos caminhos” (cf. Sl 118, 105) e “discernimento aos simples” (cf. Sl 118, 130b). 

Post a comment