+55 042 3226 1144
atendimento@copiosaredencao.org.br

Blog

7 motivos para cultivar uma vida espiritual

Viver sem espiritualidade é viver vazio. De nada adianta almejarmos sucesso, seja ele profissional ou pessoal, quando não praticamos a nossa fé e, posteriormente, não fortalecemos a nossa espiritualidade. A vida está cada vez mais corrida, cheia de tarefas e compromissos, mas e a nossa vida espiritual, está em dia?

Afinal, o que é espiritualidade?

Antes de tudo, precisamos entender seu significado e sob quais as formas ela pode se apresentar em nossa vida.

Pode se dizer que a espiritualidade é um grande ato de conexão entre o ser humano e o divino. Ela nos traz uma forma mais compreensível para entender as pessoas, sobre o mundo em que vivemos e, claro, sobre o que Deus quer realizar em nós.

A espiritualidade é um ato que nos faz evoluir. É como uma vitamina que fortalece nosso corpo, mas, neste caso, o que fortalece é a nossa conexão com Deus. 

7 motivos para você cultivar sua vida espiritual

Primeiramente, precisamos entender que quando seguimos no caminho de Deus, estamos vivendo uma missão, e que ela deve ser abraçada dia após dia. Há vários motivos para cultivarmos nossa espiritualidade. Abaixo, separamos 7 motivos para você desejar fortalecer a sua vida espiritual:

1 – Maior intimidade com Deus

É muito importante, todos os dias, termos uma conversa sincera com Deus. Ter esta conversa é ter uma conexão direta com nosso Pai Criador. É conectar com uma sabedoria, acima de todas as nossas preocupações, é entregar nossos medos e as nossas inseguranças.

Ao praticarmos este diálogo com o Senhor, elevamos nosso patamar e a cada dia ganhamos maior percepção de Suas obras em nossa vida. As conversas com o Senhor nos mantém conectados com o nosso interior e ajudam a construir a nossa história espiritual.

2 – Melhora sua qualidade de vida

Uma vida espiritual ativa nos proporciona bem estar e nos deixa emocionalmente melhores.

Quando alimentamos nossa vida espiritual, é comum buscarmos grupos de oração, retiros, celebrações, e a cada passo neste caminho de fortalecimento da fé, nos ajudam a criar um sentimento de pertencimento.

Estes laços aumentam o nosso bem-estar e trazem perspectivas melhores a respeito da nossa vida, dos nossos relacionamentos e de nossos ideais.

3 – Não estamos sozinhos

Estar com a vida espiritual em dia nos ajuda a reconhecer que sozinhos não somos nada. Somente com a graça de Deus é que podemos tornar as coisas humanamente impossíveis em realidade.

Aquela sensação de vazio desaparece, pois temos a certeza de que o Pai caminha ao nosso lado, nos conduz nas coisas boas, nos auxilia a passar pelas ruins, e prepara sempre o melhor para nós.

Quando entendemos que não estamos sozinhos neste mundo, estamos alimentando o nosso ser, com o mesmo amor que Deus tem para com Seus filhos.

4 – Praticamos o perdão

Uma das lições mais importantes deixadas por Jesus foi a prática do perdão. Sabemos que perdoar não é uma tarefa fácil, exige muito de nós.

Precisamos ter coragem, um coração puro e sincero, pois perdoar é um dos maiores atos de amor. Quando colocamos em prática o perdão, engrandecemos nosso espírito.

E você, tem perdoado aqueles que te magoaram? Lembre-se do que Jesus nos ensinou: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei” (Jo 13,34-35).

5 – Enche o coração de gratidão

Você já parou para pensar em quantas graças ocorrem em nossa vida? Seja a conquista de um sonho, o dom de podermos acordar mais um dia, a graça de termos um trabalho, um alimento, dentre tantas outras coisas.

Mas, você tem agradecido ao Senhor por tudo isso? Quando refletimos sobre esta questão, estamos praticando o dom da gratidão. Ela é uma forma poderosa de não cairmos em um círculo vicioso: de somente pedir a Deus aquilo que queremos.

Exercitar a gratidão é uma forma de se aproximar de Deus e aumentar a sua espiritualidade.

6 – A oração se torna uma via importante de diálogo

Para desenvolver a espiritualidade e se tornar “conectado” com o divino, requer não um ótimo sinal de internet, mas sim de uma boa e sincera oração. Ela nos ajuda a refletir sobre a Palavra de Deus, nos faz permanecer fiéis aos Seus ensinamentos e, por consequência, buscamos evoluir como pessoas.

A oração pode ser praticada em dois momentos, de forma individual ou coletiva. Ambas têm o mesmo efeito, mas cada uma possui características distintas. Quando rezamos sozinhos, buscamos uma conexão íntima, pessoal e de maior diálogo com Deus. Já a oração coletiva se torna uma oração de partilha, ou seja, uma oportunidade de agradecimento pelos sonhos, realizações, de perdão entre grupos, dentre outros.

Lembre-se: “A oração é a elevação da alma para Deus ou o pedido feito a Deus de bens convenientes” (CIC 2559).

E você, já rezou hoje?

7 – Compreendemos os desígnios de Deus

Todos nós temos uma missão na terra, e assim como Jesus nos ensinou, somos chamados, diariamente, a sermos novas criaturas (II Coríntios 5,17).

Quando refletimos sobre a importância da espiritualidade em nossa vida, damos passos concretos para encontrar nosso lugar no mundo.

Com uma vida espiritual reavivada, entendemos o que Senhor quer para nós. Não é um trabalho fácil, pois na maioria das vezes o nosso lado humano fala mais alto e começamos a questionar os desígnios de Deus para nós.

Mas, lembre-se: Deus sempre tem algo de melhor. Ele jamais abandona Seus filhos e sempre prepara os melhores caminhos para quem segue seus preceitos.

Post a comment